Saiba como impulsionar sua marca com vídeos online

out 28
  • Sharebar

Com mais de 3 bilhões de visualizações mensais aqui no Brasil, pode-se concluir que vídeo online é enorme em seu alcance e escala. A grande maioria da população brasileira assiste vídeos online (86,5%), sendo o tempo médio de visualização por mês por usuário 8,6 horas e o tempo médio de visualização por vídeo 6 minutos.

O vídeo é um componente importante do que as pessoas fazem online ou como elas consomem informação e entretenimento. Como medir esses dados individualmente? Com o vídeo analytics da OvermediaCast é possível entender o perfil demográfico e psicográfico de cada espectador.

De acordo com Andy Stack, gerente de produtos do YouTube, o vídeo online é uma ferramenta valiosa para impulsionar marcas e está transformando a forma de envolver os consumidores. O uso de vídeo online no e-commerce é uma oportunidade que as marcas não devem perder ou deixar de entender completamente. Quando a estratégia é ter um bom conteúdo, o vídeo online é social, sendo os próprios espectadores o canal de distribuição. Um dos aspectos importantes do social é a partilha, e 30% das pessoas compartilham vídeos. Mais de 400 vídeos são compartilhados no Twitter a cada minuto, e a quantidade de vídeos do YouTube vistos no Facebook é igual a 150 anos.

Andy Stack aponta 5 questões importantes para ajudar a criar campanhas bem sucedidas de vídeo online:

_

1.   Repensar o que conteúdo significa

Seu principal conselho para as marcas é criar conteúdo, e não comerciais. É importante desenvolver uma estratégia de conteúdo e não necessariamente uma estratégia de publicidade. Testar que tipo de conteúdo é relevante para seu público, medindo, analisando, gerando insights e investir para promover o que de fato funciona. Todos nós somos contadores de histórias, e uma estratégia de conteúdo ajuda para que as pessoas vendam as marcas, e não as marcas vendam as marcas.

_

2.   Cada vídeo é uma conversa (se você deixá-lo tornar-se uma)

Pense na experiência de vídeo como uma conversa. Ela não deve iniciar e parar com o vídeo. Há grande oportunidade de ter no final de um vídeo, várias calls to action, tendo um próximo passo que pode levar o espectador tanto para se envolver com a marca, saber mais informações ou, talvez, descobrir outros vídeos, sempre medindo os perfis de seu público.

_

3.   Cada vídeo é interativo

Plataformas de marketing estão evoluindo rapidamente, e no centro de tudo isso está vídeo online. Marcas e consumidores estão interagindo de forma nunca vista antes, e todo mundo está testemunhando isso através do poder da visão, som e movimento. É de fundamental importância entender o comportamento do usuário e a forma como ele interage com o vídeo, e só a video analytics da OvermediaCast pode lhe dar essas informações com precisão.

_

4.   Cada vídeo encontra uma audiência

Vídeo online está atingindo novos públicos a cada dia. A mídia está cada vez mais fragmentada, e isso permite que a audiência esteja muito empolgada com o conteúdo que você cria. É possível adequar o vídeo para cada usuário, a partir do momento que você entende o perfil de seus espectadores.

_

5.   Você não tem que sempre fazer o vídeo, você pode inspirar outros

Não pense em criação de conteúdo como “outra coisa que eu tenho que fazer ou que vou ter que gastar com”. Você pode inspirar outros para que criem esse conteúdo para você. Se você consegue criar uma história inspiradora que toque e inspire as pessoas, seu próprio público-alvo pode ser esse criador de conteúdo.

Como o maior focus group do mundo, vídeo online permite saber se a criatividade ou vídeos que a marca está executando na TV estão tendo impacto no público-alvo. É recomendado fazer experimentos, fazer o upload de vários vídeos, pois pode-se testar o que funciona melhor com seu target com um custo muito baixo.  O vídeo analytics da OvermediaCast disponibiliza relatórios com os perfis individuais da sua audiência, e você pode decidir qual caminho seguir de acordo com esses experimentos.

Veja como monitorar os vídeos da sua marca!

Fonte original e de dados.

Autora: Mariana Papini – Consultora de Marketing OvermediaCast

contato@overmediacast.com

Leave a Reply